Férias pra quê? Queremos aula – SDG 302 a 310

Personagens de quadrinhos têm de ter personalidades definidas e distintas para interagirem bem. Dois personagens que tenham características iguais não costumam dar certo. Quando Maurício de Sousa criou o Nimbus, por exemplo, que tinha medo de trovão e tempestade, o personagem não (de) colou, afinal Cascão já tinha medo de chuva há muito mais tempo. Nimbus virou o mágico da turminha e o tal medo foi deixado para trás.

Em Só Dando Gizada, se Doug é o folgado, Niquinha naturalmente é CDF. Logo, ela gosta das aulas na mesma proporção que Doug prefere faltar e estas tiras aqui, publicadas de 29 de novembro a 7 de dezembro de 2002, refletem bem isso.

Sobre o desenho, apesar dos cenários bem mais simples e bidimensionais que fazia na época,  adoro o quadro do meio da segunda tira, que retrata o quarto da Niquinha. Poster do Oasis, a estantezinha, cama dura e bola de basquete…

Já a tira 304 (a terceira nesta galeria), em particular, foi gerada por um drama pessoal meu: houve ao menos uma ocasião em que fui acusado de fazer pouco dos problemas de quem eu tentava consolar, algo tipicamente masculino, segundo minha interlocutora. Até hoje não sei se fui vítima do predeterminismo de meu gênero sexual ou de meu otimismo exagerado…

Anúncios
Esse post foi publicado em Só Dando Gizada Reloaded e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s