O casamento dos sacis Nilson e Cleópatra

Em abril de 2012, recebi uma mensagem via facebook do Nilson Antonio, que me chamava “na esperança que fosse o autor de Escola de Sacis”. Sim, era eu (rs). Ele estava interessado em comprar o livro, mas não achava em Santa Catarina. No mesmo período, a namorada dele, a Cleópatra Kanzier, também entrou em contato querendo saber como adquirir a “Escola”.

Então fiz um meio de campo com o Amilcar Mazzari, da Pandora, pra que o livro chegasse nas mãos deles, o que aconteceu em outubro (!!!) daquele ano. Ainda pelo facebook, Nilson me avisou que o livro chegou na casa da namorada, disse que ela estava lendo e adorando, e ele, por sua vez, estava ansioso pra ler.

Em 2013, Nilson me informou que estava fazendo um jornal em São Francisco do Sul e me pediu algumas tiras pro caderno criança, e assim Só Dando Gizada e Mundo Cão foram passear por lá até meados de 2015.

Pois bem, o tempo voa, e só o fato de saber que meu livro tinha chegado lá em Santa Catarina e duas pessoas bacanas tinham gostado dele já era algo que me deixava muito feliz. Mas acho que eu realmente não tinha imaginado o quanto o casal tinha gostado da obra, pois no último dia  5 de maio (de2017) a Cleópatra me chamou de novo no Face e me disse que ambos iam casar, e me pediu um presente: será que eu não poderia fazer um desenho de  um casal de sacizinhos apaixonados?

Fiquei honrado com o pedido, claro que ia atendê-la. Mas achei que dois sacizinhos genéricos não ia ser tão legal, talvez desse pra ir além. Caricaturas não são minha especialidade – levo horas, às vezes dias pra fazer algo decente – e charges caricaturadas, com aquelas caricas mais cartunizadas, também não, mas, puxa, era um presente de casamento. Então, primeiro, peguei a foto do casal do facebook dela (e dei uma olhada em algumas outras pra ver principalmente a altura dos cabelos dela).

foto_casal

O primeiro passo foi rascunhar a lápis, sempre levando em conta os traços principais do casal. O Nilsin eu acertei mais fácil, óculos, nariz, formato da cabeça mais fácil. Já a Cleopatra deu um pouco mais de trabalho, por causa dos cabelos e, bem, eu não gosto muito de desenhar dentes mais realistas e fiquei na dúvida de colocar ou não (rabisquei várias alternativas e não gostei de nenhuma, a deste rascunho deixa claro que não ficou bom MESMO…rs).

20170511_esboço.jpeg

Aí lembrei que meu traço é de humor e resolvi ficar com a linha sorriso único mesmo. A partir daí, arte final nos rostinhos (optei por olhos mais na linha mangá pra ela, pra ele só pontinhos pra destacar os óculos).

20170511_artefinal1.jpg

Depois, rascunho do corpo e nesta hora veio a ideia dos pezinhos do saci-Nilson e a saci-Cleo romanticamente se tocando – e também a consciência de que as mãos entrelaçadas não iam sair no improviso, era melhor dar uma estudada primeiro.

WhatsApp Image 2017-05-14 at 12.26.10 (1).jpeg

Arte final do casal, apaga borracha (maldita hora em que não estava com meu lápis azul no estojo) e pronto. Por incrível que pareça, levei uns 30 minutos no processo todo, achei que levaria bem mais, até porque não tenho me dedicado a desenhar nem um átimo do que gostaria nos últimos tempos.

WhatsApp Image 2017-05-14 at 12.26.09

Na manhã seguinte, me dediquei aos sacis (do tipo original) que complementariam a cena. Como a ideia era remeter ao livro, peguei a arte de meu mestre Bira Dantas como referência e este rascunho saiu praticamente de primeira.

20170512_saci_bambu_DC.jpg

Borracha – pois é, não lembrei de pegar o azul em casa – e arte final nele, pronto pra escanear.

Esvaneei, joguei pro adobe, pintei (usando inclusive os bons recursos de cor gradual, que o amigo Ricardo Quintana me ensinou em…bem, faz tempo) e aumentei a área de tela, porque enquanto estava fazendo a arte do saci abandonei minha ideia inicial de fazer um bambuzal e pendei em fazer um arco. Pra isso, “clonei” e inverti a arte pintada.

20170512_saci_bambu_cor_DC_RGB.jpg

Criado o arco, era hora de aplicar o casal, ainda em PB. O bacana de trabalhar com camadas é a possibilidade de ir mudando a posição de cada uma, “ajeitando” tanto o casal quanto o segundo conjunto de saci/bambu pra ficar onde eu queria.

20170512_casal_pb_DC_RGB.jpg

Tudo posicionado, era hora de pintar o resto do desenho, bem como de criar um chão integrando tudo, pra não parecer que o casal estava boiando no resto do desenho. Voilà.

20170512_casal_cor_DC.jpg

Gostei do resultado, mas confesso que fiquei um pouquinho ansioso quando passei pra Cleópatra. Será que ela e o Nilson iam gostar? Bem, a mensagem que ela me mandou na sequência dizendo que os dois amaram e com muitos coraçõezinhos, e o post no facebook me agradecendo e elogiando me fizeram desconfiar que sim (kkkkk).

Nilson e Cleópatra se casarão em agosto.  A Cuca já me falou que vai dar um jeito de orientar o Buffet pra que as comidas sejam A-MA-ZING e infelizmente minhas habilidades de teleporte não estão tão desenvolvidas pra eu dar uma pssadinha por lá, mas desejo a ambos muita felicidade e harmonia, e agradeço a chance de, de alguma forma, fazer parte de um momento tão importante das vidas deles.

 

Anúncios
Esse post foi publicado em EscolaDeSacis e marcado , . Guardar link permanente.

Uma resposta para O casamento dos sacis Nilson e Cleópatra

  1. Cleópatra Kanzler disse:

    Como expressar o que sentimos ao nos ver Sacis, foi fantástico, nunca nos nossos sonhos mais lindos imaginamos algo tão perfeito! Você nos demonstrou um amor/carinho imenso Dario! Seremos eternamente gratos! #melhorpresente #muitoobrigada #ameeidemais #umlindosonho

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s